SOBRAFO inicia debate com CFF para possibilitar obrigatoriedade do adicional de insalubridade aos farmacêuticos que atuam na oncologia


Grupo de Trabalho de Farmácia Hospitalar (da esquerda): Josué Schostack (coordenador do grupo),
Iara Aydos, José Ferreira Marcos, Maria José Sartório, Teófila Monteiro, Luis Fernando Mendonça.

A Diretora de Assuntos Regionais, Iara Aydos, representa a Sociedade no grupo de trabalho em farmácia hospitalar(GTFH) e apresenta a eles temas de interesse dos farmacêuticos que atuam em oncologia, todos sempre apoiados pelo atual presidente, Walter Jorge João.

Recentemente o GTFH iniciou a discussão sobre o adicional de insalubridade, o que resultou na elaboração de uma pesquisa a nível nacional e um conjunto de informações técnicas sobre o tema para embasar o pleito junto ao Ministério do Trabalho. Após a revisão do departamento jurídico do CFF espera-se que o mesmo seja encaminhado ao MT.

Na legislação atual não está previsto adicional de insalubridade ao trabalhador que exerce atividade de manipulação de citotóxicos, ficando a cargo do médico do trabalho ou engenheiro de segurança recomendar ou não o pagamento do mesmo.

A SOBRAFO acompanhará esse processo e manterá a todos informados.


Iara Aydos e Walter Jorge João (presidente do CFF)?

 

Parceiros

  • dialogo_roche_horizontal
  • logo-oncinfo
  • logo_onconews
  • Itarget Tecnologia